O Livro esta sendo comercializado exclusivamente pela amazona.com, se você pretende adquirir o mesmo basta acessar a página e adquirir tanto impresso , como por E Book. Está sendo reservado e vendido no valor de R$ 30,00 ( Trinta Reais)
Café do Poeta
Seu Perfume Inebria o Leitor
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Ator Sem Palco

 Ao vir para minha escrivaninha hoje,
eu me deparei com determinada frase descrita por um amigo, e ao mesmo tempo lembrei da resposta que uma amiga me passou.  E eu agradeci pela sinceridade dela.  Diz a mesma gostar muito de ler sem se importar com o gênero. Muito bem, eu entendo sua mensagem. 
Tanto ela como demais pessoas , leitores veem num escritor algo que eu não vejo. Eu não vejo escritores serem estrelas de real grandeza, mesmo que este seja Jorge Amado, Zélia Gattai, Martha Medeiros, Paulo Coelho, escritores estes de distinto valor.
Porque não? ...
Tudo bem temos outros nomes. Mas são tantos que eu mesmo gosto de seus trabalhos que se fossem mesmo o que esta gente pensa. Meu amigo, minha amiga. O Brasil,  poderia ser um grande celeiro, o jardim do Éden. Aqui somos livres para o que der e vier. Falta apenas dinheiro no bolso.
Mas existe inúmeras figuras que passam necessidades, desvanecem, e se sentem inseguros ao querer trilhar o caminho da literatura, e isto não tem palco que dê vazão a estes problemas.
Pois bem.  É dito que o ator sem palco não é ator, e o escritor sem leitor não é escritor. Cada um com seu público. O ator mesmo sem o palco , literalmente conhecido por todos que faz teatro sobrevive, este tem a rua, este tem a praça, este têm várias formas de mostrar seu trabalho.  O escritor talvez não. Ele é limitado.
O escritor é um artesão, aquele que trabalha muito para seu trabalho ser reconhecido.  Mesmo que ele produza uma novela não é nenhum protagonista da sua obra.  Ele , mesmo dando o melhor de si, recebe criticas que fazem este simplesmente desvanecer, chegam até desistir por falta de incentivo.
Já vi vários casos nestes quarenta anos de arte cênicas. Casos que dá vontade de prosseguir no mesmo rumo, obedecendo as regras para persistir na rota.  É diferente gente um ator por muito que queira ele não trabalha só, tem por trás das cortinas uma legião que tudo faz para acontecer. Enquanto que quem escreve, escreve porque gosta, ama seu ofício , quer bem a profissão de escritor, mesmo não sendo, este dá duro, e come quando pode.
 
O ator ainda que não goste faz alguma munganga e ganha o seu.  Que não me deixe em falta Tia Creuza, Verinha, e Bilzinha, que tanto alegraram multidões. Não é fácil caríssimo leitor.   O escritor para estar bem na fita este tem que rebolar. Antes de tudo se dedicar, e mesmo que tenha formação ele é ignorado.
 
Certo dia eu me vi tão fulo com uma representante de classe que eu pedi aos céus para me controlar. Pois a coitada nem mesmo entende o que ela representa , ou faz.  Ser escritor, eu confesso não é para todos, a gente abraça porquê ama contar histórias.  O enredo sobre ser escritor é tão extenso que não termina de um momento para o outro e você tem que saber dosar e destilar diversos venenos que com estes nos defrontamos.

 
 
Alexandre Poeta
Enviado por Alexandre Poeta em 07/06/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários