Café do Poeta
Seu Perfume Inebria o Leitor
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

Corrida do Ouro
Alexandre ď Oliveira
 
     Tento mostrar para minha gente que preciso sair do anonimato, e ir de encontro a galera sem receios de errar. Eu quero abraçar meu amigo, e mostrar para ele que somos irmãos. E afastar para longe nossas  divergências, e desilusões. Eu só quero vencer a cada dia um obstáculo. Estes juntos vencermos quando acreditamos que somos capazes de persistir até o final.
     Tanto que eu vejo que uma casa não se faz num dia. Tenho que planejar como fazer esta e que ela fique a contento com os meus. Tanto quê tem que ver cada cômodo que os meus e eu habite. Não posso e nem devo ser egoísta, eu tenho que contribuir com todos. A gente quando mais novo pensa apenas em nós depois com um tempo passamos a ter família e com esta poder contar.
     Impossível nos encontrarmos centrado somente em nós sem nos preocupar com o próximo.  Bem sei que todos entendem este como uma passagem numa determinada embarcação onde em todos os portos embarca e desembarcam passageiros e estes depois sentem falta que algo fora pertinente em suas vidas e que agora a gente queira ou não sente falta. Outros aparecem nos contando suas histórias, e nestas vamos até o final desta dita corrida do ouro.  É tudo ou nada.
     Corremos por hora , persistimos até o final para então falar sobre o que nos interessa. Eu vi ontem na TV , uma cena muito gloriosa de duas mulheres nadando em mar aberto como se estas fossem animais irracionais. Mas que sabiam o que decerto estas representavam diante da fauna e da flora.
 
 
 
 
 
 
Alexandre Poeta
Enviado por Alexandre Poeta em 16/10/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários